Vamos conhecer um pouquinho da história do Queijo Minas Padrão?

Com uma receita que se originou ainda no período colonial, o Queijo Minas Padrão tem uma história antiga e, portanto, difícil definir com certeza sobre datas. Acredita-se, no entanto, que a sua origem tenha sido fortemente influenciada pela chegada da corte portuguesa no estado mineiro, por volta do século XVII. Com a adaptação de uma antiga técnica de fazer queijo coalhado, o Queijo Minas nasceu, com uma combinação e jeito de fazer tipicamente mineiro, que fez o Brasil todinho se apaixonar por esse queijo.

Por muito tempo o Minas na versão Frescal era produzido somente por famílias queijeiras, mas a fabricação industrial iniciou-se por volta de 1880, na região da Mantiqueira, ganhando versões curadas, conhecidas como Minas Padrão no mercado atual. Seu sabor e aparência variam conforme a maturação: como o Minas Padrão é curado, apresenta casca fina de cor amarelo-palha e massa levemente amarelada numa textura macia que se dissolve na boca. Seu sabor, levemente ácido, é mais pronunciado que o Frescal.

Quer saber mais sobre esse queijo queridinho dos brasileiros?

Separamos 3 curiosidades para você saber mais sobre o Queijo Minas:

Patrimônio Nacional

Em 2008, o modo artesanal da fabricação do queijo em Minas Gerais, foi registrado como patrimônio cultural imaterial brasileiro, pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Mineiro, todos são Minas

Tem gente que pensa, por exemplo, que todo queijo mineiro é Queijo Canastra, preparado com processo artesanal e tempo de maturação maior. Sem contar a comum confusão com o o termo “Queijo Minas”, que  na verdade se refere a qualquer queijo produzido em Minas Gerais, sem considerar o local de fabricação ou do processo de maturação. Sabendo disso, perceba que seja artesanal, padrão, frescal, meia cura… Se foi feito em Minas, o queijo é Mineiro.

¼ de todo queijo nacional é mineiro

Entenda que 25% da produção nacional vem de Minas Gerais, e que o nosso país já é o terceiro maior produtor de queijo do mundo! O consumo por habitante inflou de 4,7 quilos por ano em 2012, para redondos 8 quilos em 2017.

Você já conhecia essas curiosidades sobre o Queijo Minas?

Aqui no nosso laticínio temos o Queijo Minas Padrão Colonial, perfeição em forma de queijo. Já provou? Você vai amar!